19 de julho de 2019 jesianerocha 0Comment

 

Férias de julho, tempo de chuva e as crianças ficam muito tempo dentro de casa. Para não deixar que elas fiquem coladas à telinha do videogame, uma boa saída é montar um espaço para que elas brinquem em segurança, seja em casa ou na área comum do condomínio. Para facilitar o trabalho, a arquiteta Fabiane Heráclio deu dicas de como montar uma brinquedoteca. “O objetivo é criar um espaço lúdico e educativo, que permita a criatividade das crianças e a liberdade para brincar com segurança, sem bagunçar todo o restante da casa. É recomendado usar cores que chamem a atenção, assim como elementos, como desenhos e estampas.” avisa Fabiane.

 

Arquiteta Fabiane Heráclio

 

Segundo a arquiteta, uma boa ideia é uma piscina de bolinhas, que pode ser feita com uma dessas infláveis, práticas e coloridas. Outro elemento interessante é a cabaninha, considerada muito importante no desenvolvimento infantil. “Estudos apontam que pode ser um espaço onde a criança se sente segura e confortável para lidar com suas emoções e sentimentos. E é super simples de fazer: um tecido bonito pode ser suspenso em um gancho no teto, por exemplo, já que fazer com sarrafos pode causar algum acidente” , sugere.  O posicionamento do mobiliário deve se adequar ao tamanho das crianças que vão utilizá-lo, para estimular a autonomia. A ideia é fazer com que os pequenos possam escolher os brinquedos com facilidade, sem necessitar do apoio constante de um responsável. Para a arquiteta, uma mesinha, ou – em caso de espaços menores – uma prateleira retrátil, para desenhar e pintar também são imprescindíveis.

 

 

“Uma dica econômica é aproveitar o mobiliário que já existe e aplicar uma pintura com cores primárias – azul, vermelho e amarelo – que deixa tudo bem divertido e chama a atenção das crianças. Em alguns casos, móveis de tamanho adulto podem ser adaptados, diminuindo as pernas, por exemplo”, indica a arquiteta.  “Para guardar os brinquedos, existem os nichos já prontos, encontrados nas grandes lojas de decoração, mas também é possível fazer em casa com caixotes de madeira (lembre-se de lixar bem antes de pintar) ou mesmo de plástico, que podem ser facilmente afixados nas paredes. Cestos ou baús de palha também são muito bonitos e ajudam a guardar tudo depois de uma sessão de brincadeiras”. Quem tem um pouco mais de habilidade pode criar tampas e transformar os caixotes de madeiras em bancos que guardam brinquedos, assim as crianças menores podem pegá-los sozinhas.

 

 

Sobre o piso, é ideal que ele não seja muito gelado e absorva o máximo possível de impacto, caso a criança caia. Uma opção é o piso vinílico ou ainda as placas de emborrachado (tipo EVA). Para as paredes, duas opções para lá de econômicas: uma parede de lousa, feita com tinta especial ou com papel contact, que vai proporcionar um grande espaço para que as crianças desenhem e depois apaguem e ainda o uso de adesivos decorativos, que podem ser educativos com mapas e os nomes de bichos e plantas, por exemplo. “Quem não quiser riscos em paredes, mesmo que laváveis, pode instalar um rolo de papel para desenho, que pode ser trocado periodicamente” , lembra.

 

 

SEGURANÇA – Brincar com segurança é um dos grandes objetivos de uma brinquedoteca, por isso é preciso observar os detalhes, como as quinas agudas no mobiliário: canto arredondados são mais seguros, assim como materiais como MDF ou madeira maciça, que não soltam farpas. Também é preciso ter certeza que todas as tomadas fiquem isoladas. Uma boa ideia é fazer com que alguns móveis fiquem posicionados à frente das tomadas, além de isolá-las com protetores especiais. “Material de fácil manutenção e limpeza são importantes, portanto, evite vidros, tapetes ou almofadas felpudas, ou superfícies difíceis de limpar, que podem causar alergias e propagação de doenças”, finaliza Fabiane.

 

Serviço:

Fabiane Albuquerque Heráclio
Projetos Arquitetônicos e de Interiores
Rua Padre Carapuceiro, 752
Sala 406, Recife/PE
Instagram: @fabianeheraclioarquitetura
Site: www.fabianeheraclio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *